Arquivo para renato braz

Canções da Alma é novo espetáculo de Renato Braz

Posted in Uncategorized with tags , , , on agosto 5, 2010 by karolnews

A doçura na voz do cantor Reanto Braz traz a tona lembranças de um Brasil cheio de riquezas e mistérios. Com sucessos consagrados com “Desenredo”, “Anabela” e “Lá“,  Renato volta a se apresentar em São Paulo com o novo show “Canções da Alma” no auditório do Ibirapuera no dia 08 de Agosto.

A apresentação que contará com a participação do cantor e compositor Nelson Ayres, vai trazer a memória do público jóias antigas da música popupar brasileira, indo de clássicos de Dorival Caymmi, Esmeralda de Filadelfo Nunes  até as  primeiras canções de Tom Jobim e Vinícius de Moraes como a conhecida “Por Toda Minha Vida”.

O espetáculo fará ainda uma ponte com obras primas contemporâneas como” Se Meu Mundo Cair” de José Miguel Wisnik, “Sem Fim” de Novelli e “Cacaso e Mantiqueira” de Nelson Ayres.

Os ingressos já estão a venda na bilheteria do parque e custam entre R$30.00 e R$15.00 (meia-entrada).

Renato Braz e Nelson Ayres

Dia: 8 de Agosto de 2010
Horários: Domingo, 19h
Duração: 90 min (aproximadamente)
Ingressos: R$ 30,00 e R$ 15,00 (meia-entrada)
Gênero: MPB
Classificação Indicativa: Livre para todos os públicos

Programação:
“Canções da Alma”.

Fonte: Auditório do Ibirapuera

Anúncios

Renato Braz encanta o público na noite de domingo!

Posted in Uncategorized with tags , , , on março 30, 2009 by karolnews

Era pouco mais de quatro da tarde quando meu telefone tocou e recebi o convite “Você vai ao meu show né?”. Era Renato do outro lado da linha. Aquela voz inconfundível que costumava tocar em meu MP4 todos os dias, agora estava a me “convocar” pessoalmente para a sua apresentação.renato12

Foi ao som da boa e velha MPB que Renato Braz encantou todos os que lotaram a sala do Auditório Ibirapuera na noite de ontem (domingo).Com o show “Renato Braz e Convidados” ele apresentou alguns renomados colegas, como Bré e Mario Gil, que participaram de quase todo o repertório. Ao lado de Sizão Machado (contra-baixo), Serginho Silva (percussão) e Gerson Oikawa (violões e guitarra), ele mostrou neste show um pouco do repertório de seus 5 cd’s e convocou o parceiro e compositor Fred Martins para apresentar seu trabalho. Também mostrou músicas de seu novo álbum, produzido pelo saxofonista norte-americano Paul Winter, que será lançado no segundo semestre nos EUA e Japão.

No começo tímido, Renato apareceu no palco munido apenas de um violão, aos poucos soltou o vozeirão e mostrou a que veio.Entoou canções de seus antigos CD’s, e em “Anabela” emocionou os fãs, sendo esta, uma das canções mais queridas pelo público.

O compasso “caboclo” de suas canções agradou até os mais desentendidos. Com o clássico “Eu preciso aprender a ser só” e “Todo menino é um rei” empolgou a platéia que o aplaudiu de pé.O clima descontraído foi marcado por “causos” que Renato ia desenrolando ao longo do espetáculo ilustrando o cenário e justificando a escolha de cada músicailustrando o ceneu filho (resentaç dias, agora estava a me ” recebi o convite “ala do Audit. Quando seu filho subiu ao palco, o cantor acabou mostrando o lado “pai-coruja” e deixou que o garoto o acompanhasse na canção “ Todo menino é um rei” que encerrou a noite.

O público queria mais, e com o “bis”, Renato finalizou a cantoria que teve duração de pouco mais de duas horas. Brincou ainda com o fato de ter dividido a atenção com o jogo da seleção brasileira, e agradeceu pelo “esforço” dos que haviam deixado os boleiros de lado.

Com inúmeros agradecimentos o cantor deixou o palco sob aplausos calorosos, o que rendeu uma sessão “tiete” dessa que voz escreve, desci de minha poltrona para cumprimentá-lo pelo show, ao que me respondeu com um sorriso e uma pergunta.

“Gostou?”. Era óbvio pelo meu sorriso.

Deixei o parque em êxtase. Uma boa pedida para um final de domingo.

Fotos do evento:

http://www.flickr.com/photos/karoll22/

RENATO BRAZ E CONVIDADOS

Posted in Uncategorized with tags , , on março 20, 2009 by karolnews

Renato no Auditório Ibirapuera dia 29/03

Numa cena em que o papel de intérprete parece ter se tornado propriedade da figura feminina, surge Renato Braz – um cantor que fez da noite paulistana sua primeira escola e também sua primeira vitrine.

Vencedor do 5º Prêmio Visa de MPB – Edição Vocal, Renato Braz, nascido na capital de São Paulo, iniciou sua carreira se apresentando em vários cafés, pequenas casas de shows e bares noturnos. É da influência assumida e assimilada de Milton Nascimento e Tim Maia que brota seu canto.

Em 1996, lança seu disco de estréia, o homônimo Renato Braz, que lhe rendeu uma indicação ao Prêmio Sharp de melhor disco na categoria revelação.

Em fevereiro de 1999 apresentou-se na Alemanha acompanhado pelo percussionista Bré, nas cidades de Hamburgo, Wuppertal e Heidenhein.

Lançou, no final de 1998, seu segundo cd, História Antiga, com a participação, como arranjador e músico, de Dori Caymmi.

Participou, em julho de 2000, da 10a Edição do Festival de Inverno de Garanhuns – Pernambuco.

Em novembro de 2000, a convite de Edu Lobo, integra o elenco do espetáculo O Grande Circo Místico, ao lado de Arnaldo Antunes, Cássia Eller, Nando Reis, Daniella Mercury, Nelson Ayres,Orquestra Jazz Sinfônica, entre outros.

Lançou, em março de 2002, o seu terceiro cd, Outro Quilombo, em que se destacam as participações especiais do percussionista Bré, cantando “Fiz uma Viagem” (tema do folclore brasileiro recolhido por Dorival Caymmi) e de Dori Caymmi, que canta com Renato Na Ribeira Deste Rio (poema de Fernando Pessoa musicado pelo próprio Dori).

Em novembro de 2002, como parte da premiação do Prêmio Visa, lançou pelo selo Eldorado o cd Quixote, com as participações especiais de Alaíde Costa, Chico Cesar e Dori Caymmi.

Em maio de 2004, foi selecionado para representar o Brasil no Festival de Spoleto, realizado na cidade de Charleston, nos EUA. Em junho do mesmo ano, voltou aos EUA a convite do saxofonista norte-americano Paul Winter para participar do Summer Solstice, concerto que é realizado anualmente na grande catedral gótica St. John The Divine.

Em outubro de 2004, Renato integrou – ao lado de Nivaldo Ornelas, Juarez Moreira, Simone Guimarães e Vera Capilé – a Terceira Caravana do Projeto Pixinguinha, que viajou pelo norte do Brasil.

Em dezembro de 2005 ao lado do oboísta Paul Mc Candless e do coral russo Dimitri Pokrovsky Ensemble, apresentou-se em Nova Yorque no Winter Solstice Celebration .

Em maio de 2006 lançou o disco “Por Toda a Vida”, uma homenagem aos compositores paulistanos Jean Garfunkel e Paulo Garfunkel pelo selo Biscoito Fino, aclamado pela critica especializada. Este CD lhe rendeu o Prêmio Rival Petrobrás na categoria Cantor Popular no mesmo ano.

Em setembro de 2006 integrou o espetáculo “Orfeu da Conceição” celebrando os 50 anos do encontro de Tom Jobim, Oscar Niemeyer e Vinícius de Moraes. Deste show participaram também o Quarteto de Cordas da Cidade De São Paulo, o clarinetista Proveta e o maestro Edson José Alves.

Em outubro do mesmo ano, a convite do maestro Nelson Ayres, participou do concerto em homenagen ao compositor Heitor Villa-Lobos ao lado do violonias Fabio Zanon, o flautista Marcelo Barbosa e o Quarteto de cordas da cidade de São Paulo entre outros.

Em 2006 ao lado de Roberta Sá, Maria Rita, João Bosco e Chico Buarque participou do CD “Forró Pras Crianças” produzido pelo cantor Zé Renato para a gravadora Biscoito Fino.

Em Junho de 2007, ao lado de Sizão Machado, Guello, o percussionista Bré e o guitarrista Gerson Oikawa, participou pela segunda vez do Spoleto Festival – USA na cidade de Charleston na Carolina do Sul.

Atualmente está gravando um album de canções inéditas com enfoque especial nos compositores de sua geração.

Pela gravadora americana Living Music gravou seu sexto álbum, que será lançado em junho de 2009, produzido pelo saxofonista norte-americano Paul Winter com participações de Nelson Ayres, Eugene Friesen, Paul Mc. Candles, Toninho Ferragutti, Don Grusin, Bré e Sizão Machado.

Dia: 29 de Março de 2009
Horários: Domingo, 19h
Duração: 90 min (aproximadamente)
Ingressos: R$ 30,00 e R$ 15,00 (meia-entrada)
Gênero: MPB
Classificação Indicativa: Livre para todos os públicos

Programação:
Com Mario Gil, Fred Martins e Bré