Arquivo para Auditório do Ibirapuera

Renato Braz encanta o público na noite de domingo!

Posted in Uncategorized with tags , , , on março 30, 2009 by karolnews

Era pouco mais de quatro da tarde quando meu telefone tocou e recebi o convite “Você vai ao meu show né?”. Era Renato do outro lado da linha. Aquela voz inconfundível que costumava tocar em meu MP4 todos os dias, agora estava a me “convocar” pessoalmente para a sua apresentação.renato12

Foi ao som da boa e velha MPB que Renato Braz encantou todos os que lotaram a sala do Auditório Ibirapuera na noite de ontem (domingo).Com o show “Renato Braz e Convidados” ele apresentou alguns renomados colegas, como Bré e Mario Gil, que participaram de quase todo o repertório. Ao lado de Sizão Machado (contra-baixo), Serginho Silva (percussão) e Gerson Oikawa (violões e guitarra), ele mostrou neste show um pouco do repertório de seus 5 cd’s e convocou o parceiro e compositor Fred Martins para apresentar seu trabalho. Também mostrou músicas de seu novo álbum, produzido pelo saxofonista norte-americano Paul Winter, que será lançado no segundo semestre nos EUA e Japão.

No começo tímido, Renato apareceu no palco munido apenas de um violão, aos poucos soltou o vozeirão e mostrou a que veio.Entoou canções de seus antigos CD’s, e em “Anabela” emocionou os fãs, sendo esta, uma das canções mais queridas pelo público.

O compasso “caboclo” de suas canções agradou até os mais desentendidos. Com o clássico “Eu preciso aprender a ser só” e “Todo menino é um rei” empolgou a platéia que o aplaudiu de pé.O clima descontraído foi marcado por “causos” que Renato ia desenrolando ao longo do espetáculo ilustrando o cenário e justificando a escolha de cada músicailustrando o ceneu filho (resentaç dias, agora estava a me ” recebi o convite “ala do Audit. Quando seu filho subiu ao palco, o cantor acabou mostrando o lado “pai-coruja” e deixou que o garoto o acompanhasse na canção “ Todo menino é um rei” que encerrou a noite.

O público queria mais, e com o “bis”, Renato finalizou a cantoria que teve duração de pouco mais de duas horas. Brincou ainda com o fato de ter dividido a atenção com o jogo da seleção brasileira, e agradeceu pelo “esforço” dos que haviam deixado os boleiros de lado.

Com inúmeros agradecimentos o cantor deixou o palco sob aplausos calorosos, o que rendeu uma sessão “tiete” dessa que voz escreve, desci de minha poltrona para cumprimentá-lo pelo show, ao que me respondeu com um sorriso e uma pergunta.

“Gostou?”. Era óbvio pelo meu sorriso.

Deixei o parque em êxtase. Uma boa pedida para um final de domingo.

Fotos do evento:

http://www.flickr.com/photos/karoll22/

Anúncios